terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Em choque

Sabe aquelas coisas que você nunca gostaria que acontecesse com você, com algum amigo ou alguém da família e, muitas vezes, nem para o pior dos inimigos? E tão pouco imaginaria que poderia ter um caso na família? Pois é...

Na noite do dia 25 (a postagem de ontem estava programada), fiquei sabendo por meio da confissão da vítima de uma coisa desse tipo.

Eu não posso dar detalhes, só posso dizer que foi um crime, daqueles quase irreparáveis.

A pessoa queria guardar esse segredo até a morte, por culpa, como todas as vítimas sentem. Graças a Deus, não guardou. E coube a mim saber os detalhes sórdidos dessa história, olhando nos seus olhos angustiados.

Eu estou chocada, com raiva e triste. E com o coração em pedaços, porque eu imagino o tamanho do sofrimento e terei que partir no dia 02 para o Brasil. Nessa semana, ainda tenho que conversar muito sobre o assunto, pois é o melhor a fazer (arrumar mala, fazer últimas compras e me preparar par a viagem também). Ainda temos que, juntos, achar uma solução e colocá-la em prática, pois envolve muitas consequências. Além de tratar as sequelas psicológicas.

Por isso, caros leitores, me despeço por aqui de vocês deste ano. Não tenho condições de ser engraçada nesse momento, nem de deixar mensagens positivas em blogs amigos. Preciso também arrumar um jeito de tratar o estrago que isso fez em mim (ódio tem cura?) para poder achar forças para continuar apoiando (lembrando que minha mãe também quer o mesmo).

Do Brasil, talvez, eu consiga abstrair e dar notícias de lá.

Desculpem-me. Shit happens.

P.S. Aos amigos que já me conhecem pessoalmente: por favor, não perguntem. Eu conto quando puder ou se a pessoa achar necessário.

P.S do P.S. Pessoas queridas, eu não fui traída. Até porque, traição não é crime - não no meu país (atualização: ok, me lembraram que adultério no Brasil voltou a ser crime, deixa eu corrigir. Mas, continua não sendo esse o crime). O que aconteceu não foi comigo, mas é uma coisa que abala a família toda. É o tipo de coisa que pai nenhum deseja para um(a) filho(a). Pescaram? Obrigada!

25 comentários:

  1. Eve, forca! E nao se esqueca que pode contar com o carinho e oracoes dos amigos que estarao unidos em pensamentos positivos para que tudo se resolva da melhor forma possivel.
    Grande beijo

    ResponderExcluir
  2. Leu meu email, né? Então, já sabe … Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Nossa!!! Seja o que for espero que corra tudo bem. Boa viagem e com calma tudo se resolve.
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Oi Eve, força aí querida. Não ha tempestade que nao acabe, e nao a noite que não acabe. Espero que as coisas amenizem..
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Faco votos que tudo corra bem!!! Espero que faca uma boa viagem e aproveita. Bjs

    ResponderExcluir
  6. tomara que as coisas entrenm nos eixos e as feridas cicatrizem!

    ResponderExcluir
  7. Espero que tudo se ajeite da melhor forma possível para todos. Tem horas que fica difícil achar o sorriso mesmo. De qualquer forma, desejo que 2011 lhe traga somente surpresas agradáveis. Bjs e boa viagem!

    ResponderExcluir
  8. Querida amiga blogueira de longe.. seja lá o que for: tenha força e principalmente fé muita fé em Deus!
    Nestas horas de raiva, angústia, de muita tristeza.. Deus está sempre com a gente pra nos levantar e nos fazer seguir adiante...
    Orei por vc...
    Bjos
    Ju

    ResponderExcluir
  9. Me passou umas duas coisas pela mente... Acho natural a sua reação diante de algo que te agride e fere os princípios, triste é quando nos "acostumamos" a ver, como a violência nas ruas, por exemplo, através do jornal que só noticia coisas deprimentes, enfim, o importante é não paralisar, no sentido de sempre deixar claro o quanto é errado aquilo que fere os princípios.
    Boas férias no Brasil, te desejo abstração, paz, amor, bons reencontros e tudo de bom. Que o ano novo seja dos melhores!
    Beijos, Eve!

    ResponderExcluir
  10. E mais uma coisinha, obrigada pela referência ao meu blog ali no "Povo no Brasil".

    :)))

    ResponderExcluir
  11. Seja o que for, de alguma forma vai se resolver. Boa sorte!

    ResponderExcluir
  12. O que dizer em uma situação como essa? Palavras são inúteis, elas não fazem a dor passar, mas o ódio também não é a solução. Procure concentrar-se no amor que dará a essa pessoa ao reparar as feridas causadas, somente assim encontrarão forças para superar esse trauma e recomeçar. Se não tiver energia suficiente para isto reze, Deus com certeza lhe concederá um pouco da sua.
    Bj
    Adri

    ResponderExcluir
  13. Te desejo serenidade para encarar o problema e paz de espírito pra poder aceitar a situação uma vez que o dano é certo.
    Boa viagem de volta pra cá!
    Beijo
    Afrodite

    ResponderExcluir
  14. Não tenho condições de ser engraçada nesse momento, nem de deixar mensagens positivas em blogs amigos.

    E nem precisa, Eve. Porque a vida nào é só alegria e festas, e as vezes temos surpresas nada agradáveis. Meu fim-de-ano está sendo bem ruim também, e eu só espero que 2011 seja um ano melhor pra mim e pra todo mundo!

    beijos e muita força...

    ResponderExcluir
  15. Querida,
    não sei o que aconteceu, mas deixo aqui o meu abraço carinhoso e os votos sinceros de que o Ano Novo chegue leve, trazendo serenidade no meio desse furacão.
    bjk
    Mônica

    ResponderExcluir
  16. Estou sempre acompanhando seu blog, Eve,
    muitas energias boas pra vc, faco votos que com a chegada do ano novo as coisas se ajeitem aos poucos em sua mente e coracao.
    beijos

    ResponderExcluir
  17. Meu bem, dada minha experiência na esfera penal, faço idéia do que possa ter acontecido. Se for o que estou pensando, é muito comum que não apenas a vítima se culpe, mas se prepare pois você ainda poderá se deparar com algum insensível maluco querendo colocar a culpa na vítima também. Caso queira conversar sobre o assunto sem muita exposição, você já sabe o meu e-mail.
    força aí.

    ResponderExcluir
  18. Pode parecer surreal alguém que vc nunca viu dizer que tá aqui pra lhe ajudar; mas é real! Se precisar de uma orelha pra desabafar ou um ombro pra chorar...tô aqui!
    E se precisar de dois braços pra lhe ajudar a "meter a mão" tô também, porque neste periodo em que lhe "sigo" já percebi que temos muito em comum, então...
    Agora, se me permite um conselho: Nada pode ser pior do que a indiferença! Ainda bem que existem pessoas que se indignam com as dores alheias!
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  19. Seja o que for, boa sorte para resolver, melhorar, apoiar, enfim. Beijos e cuidado!

    ResponderExcluir
  20. Conte comigo Eve! Em oracao por vc e sua familia xxx

    ResponderExcluir
  21. Eve,

    Conte com o nosso apoio.

    Bjs.
    Elvira

    ResponderExcluir
  22. Ai, to boiando e morrendo de curiosidade. Mas mesmo assim espero que as coisas se resolvam da melhor forma - o que já deve ter acontecido nessa altura.

    ResponderExcluir

Após o término da ligação, continue na linha. A sua opinião é muito importante para nós! =P