quinta-feira, 3 de março de 2011

D. Eve e seus dois maridos

Marido morou no Brasil e isso não é novidade pra vocês, ou é? Ele chegou lá em 94, através de uma organização de ação internacional para trabalhar no sertão baiano.

O nome de marido não é um nome de fácil compreensão e pronúncia para os brasileiros. Imagina, então, no sertão baiano, com sertanejos semi-analfabetos.

Para melhorar a comunicação, ele criou um nome brasileiro e esse ficou sendo o nome (apelido) dele no Brasil todo esse tempo: Paulo. Eu o conheci Paulo e por Paulo permanecerei chamando-o até que a morte nos separe, ou não. Aí começa minha vida dupla.

Para os brasileiros, eu o apresento como Paulo. Para os alemães e outros estrangeiros, com o nome alemão. Ai numa mesa com muitas pessoas, conversando ora com um alemão, ora com um brasileiro, fica parecendo que eu tenho dois maridos. Uma confusão só!

Uma vez, um alemão parou a conversa e perguntou: "Afinal, quem é Paulo?"

Tem que explicar, né?

19 comentários:

  1. Paulo é a "versão brasileira Hebert Richards" do seu marido, oras :)!!!

    Hahaha! bjos

    ResponderExcluir
  2. hahahah Eve, no bairro em que eu morava em SP, existe até hoje uma organização comunitária que envia jovens voluntarios alemaes pra trabalhar com as crianças, e outras diversas atividades. Quando eu tinha uns 12/13 anos eu estudava alemão com eles, e não é que todo mundo tinha um nome assim, então eu descobri que o nome que conheciamos não era o nome real rs.

    beijao

    ResponderExcluir
  3. rsrsrsrsrsr Estou aqui rindo sozinha...muito engraçado (e ligeiramente confuso) rsrsrsrsr

    ResponderExcluir
  4. Hum... Paulo heim?? Quem é esse Paulo na sua vida??? Conta essa história direito! kakkakakaka
    Ô Eve figura!!!

    ResponderExcluir
  5. Continuo te visitando, querida Eve,só não me apetece comentar. É fase!Beijo

    ResponderExcluir
  6. Achei genial e digna a história de criar dois nomes, vc pode inclusive usar com desculpa fantasia sexual, mas assim, né? só FANTASIA porque já pensou no trabalho de ter realmente dois maridos? jhahaha

    ResponderExcluir
  7. Hahaha!
    Eu tenho uma grande amiga que tinha o mesmo problema! O ex era iraniano, e pra nao sofrer muito preconceito por aqui na hora de arrumar emprego, ele acabou adotando um outro nome. Entao de vez em quando ela o chamava pelo nome verdadeiro, e outras vezes pelo nome ficticio, rs.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  8. Minha familia não sabe falar o nome do meu marido, e assim ele ficou com a pronúncia que eles acham que é mesmo.
    Muito doido isso.

    Então vocë tem dois maridos num só, kkkkk

    Beijo

    ResponderExcluir
  9. Ri litros, se o meu namorado se chamasse "Jügen" eu também ia querer uma "versão brasileira Hebert Richards" dele! HAHAHA :P

    Kaiana

    ResponderExcluir
  10. Gisley, minha filha, o teu comentário deixou o meu post "muito mais melhor de bom dez vezes"! hahahahaha

    Bjs, meu povo!

    ResponderExcluir
  11. hahaha, eu tenho mais ou menos o mesmo problema com essas variações de nomes! Pior era uma amiga minha, Andrea, casada com um italiano. O problema é que o nome dele é André que, em italiano, se escreve Andrea. Ou seja, a Andrea e o Andrea. Imagina a confusão que dava...
    bjk
    Mônica
    @madamemon

    ResponderExcluir
  12. Eita que confusao isso deve dar hein! rsrs

    ResponderExcluir
  13. auhahuahuahuhua

    E como é mesmo o nome alemão do Paulo?

    Beijo

    ResponderExcluir
  14. Oi Eve.

    Achei bem engraçada essa história.
    Mas afinal, qua é o nome verdadeiro do seu marido?

    Bjs.
    Elvira

    ResponderExcluir
  15. Fala que tem um marido 2 em 1

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  16. Para os curiosos de plantão, o nome de marido é:

    Burkhard ;)

    Bjs!

    ResponderExcluir

Após o término da ligação, continue na linha. A sua opinião é muito importante para nós! =P