domingo, 28 de novembro de 2010

Enquanto isso, no Brasil...


Fonte das Images: Terra

Desculpa aí acabar com o seu domingo... Mas, não dá pra ignorar.

99% de uma favela é composta de gente comum, gente que trabalha, que tem família, que quer os filhos longe dessa violência. GENTE! Mas, né?, não é só uma questão de sistema. 99% não foram vítimas dele. Morar numa favela, numa comunidade, não deveria ser rótulo para "bandidagem". Eles querem seguir vivendo. Eles querem trabalhar. Só porque eles fazem gato, constroem casas sem alvará? Vai dizer que você, caro leitor, nunca na vida fez algo ilícito (deu propina para o guarda, furou a fila, se beneficiou de um amigo do amigo no serviço público...). A diferença entre você e eles, é que eles são pobres. E pobreza leva a outros níveis de consumo, de vida.

Se não te agrada a visão de uma favela, já tentou ver pelos olhos deles? Você, sentado no seu apartamento, olhando pela janela e vendo barracos, achando uma paisagem feia. Eles, sentados nos seus barracos, olhando pela janela e vendo prédios, sabendo o que nunca poderão ter. Que vida injusta, não?

Infelizmente, numa guerra, civis também morrem. Por causa de 1%...

Para não escrever um manuscrito, digo que concordo com o texto dessa moça aqui e dessa aqui também.

22 comentários:

  1. Oi Eve,
    Sou carioca e sei bem o que está acontecendo por aqui!Não sei como vc leu as manchetes aí na Alemanha mas tenho que te contar:a polícia está fazendo um trabalho IMPECÁVEL!
    Desde ontem cercou o Complexo do Alemão(onde há 12 FAVELAS) e tentou negociar o rendimento dos bandidos!
    Eles(é claro) não aceitaram!
    Hoje ás 08h da manhã o CORE(Elite da pol.Civil),BOPE(Elite da PM) e Exécito/Marinha/Aeronáutica deram por fim o aviso e invadiram a favela sem fazer UM ÚNICO morto da parte dos civis!
    É lamentável ser pobre e favelado?Sim.Mas muitos tb são por opção!Preferem viver de bolsa família!
    Estudei em colégio público e vi muitos desses 'favelados' não quererem estudar,afinal 'iriam viver de esmola do governo,que é melhor que trabalhar!'.
    Aqui temos um serviço chamado DISQUE DENÚNCIA que funciona desde 1995,mas infelizmente a população das favelas pouco usam o serviço pra entregar os bandidos!
    Fizeram muitas prisões nessa invasão e adivinha quem foram os presos?Muitos moradores entre 16 e 20 anos!
    A mãe de um dos traficantes negociou a entrega do mesmo e apreceu na tv maquiada e cheia de ginga!Pelo amor de Deus!!
    Aparece desde cedo aqui no Rio,a operação das polícias e conseguiram entrar nas casas desses traficantes do Complexo!
    Um luxo maior do que o meu,o seu e de muita gente que conhecemos!
    Piscina,hidro,deck de amdeira com churrasqueira...as casas por fora parecem muquifo,mas por dentro um luxo só!
    Não concordo com vc qd disse que 99% dos moradores são trabalhadores.
    Acho que no máximo 80% o são de fato!
    Não podemos esquecer que o governo já ofereceu moradia a esse povo mas como é 'longe' de onde eles estão acostumados,preferem viver em barracos a ter uma casa decente com água e esgoto,a viver na zona oeste que fica de fato mais afastado do centro da cidade!
    Mas isso é conversa pra um post(que não tenho a menor vontade de fazer!).
    Deixa eu acabar por aqui que o meu comentário ficou maior que o teu post!
    Afrodite

    ResponderExcluir
  2. Eve, já morei em favela, tenho parentes que ainda moram e meu pai é comerciante numa das maiores favelas de BH. Concordo com voce. A maioria das pessoas nao tem escolha e nem o direito de sonhar com algo melhor. Querem trabalhar e levar uma vida em paz. Eu fico daqui orando para que essa guerra terrivel no Rio acabe e que a policia consiga tomar as rédeas dessa violencia tao grande que cerca o mundo do tráfico e que as pessoas do bem sejam poupadas e que possam seguir suas vidas com tranquilidade.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Nossa, Eve...eu não comentei no blog mas estou acompanhando a guerra nas favelas do Rio! Que loucura...

    Olhando fotos na net, quase não reconheci mais a cidade onde vivi tantos anos. Não vou ao Rio há 12 anos, ano que vem será um verdadeiro choque cultural pra mim...se é que você entende.

    ResponderExcluir
  4. Sou Carioca, e lamento profundamente tudo o que anda acontecendo com a minha cidade, mas sabe aquela historia de dar um passo para trás pra poder dar dois para frente?, é isso que eu espero que esteja acontecendo, guerra pra arrumar, pra mudar, pra gente não ter mais que passar por isso de novo, again and again...

    Paz na terra e aos homens ...

    beijo

    ResponderExcluir
  5. Bom, Eve, eu nunca dei propina pro guarda, nem furei fila, nem me beneficiei de amigo em serviço público, acho que não é por aí. Tá errado sim, morro não é e nunca deveria ser lugar pra se morar, o erro foi ter se permitido que colocassem o primeiro barraco, porque agora fica difícil acabar. Não acredito em pacificação de favelas, porque é um lugar perfeito pra bandido se esconder e apesar dos moradores terem medo, muitos, senão a maioria são coniventes com o tráfico também. O preço do aluguel de um barraco na Rocinha não é barato, mas o povo prefere ficar lá, do que pagar menos em Nova Iguaçu. A vida não é justa mesmo, mas nem por isso justificam-se atos de propina, roubo, fazer gato de luz, TV a cabo. Mas eu acho que hoje em dia quem diz que não faz e é honesto é considerado um bobo, porque todo mundo faz e vira chacota, o que é lastimável. Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  7. Eve, minha querida, vc está certíssima. Não tiro nem ponho uma palavra. Mas, acrescento questionamentos que estão a martelar meu juízo desde quando tudo isso começou:
    - E as milícias?? E se, verdade for, que isso tudo é pra valer, e não um mero teatro político, os traficantes sairão e as milícias ficarão??
    -Tenho vergonha até de imaginar que tudo isso pode ser só uma grande jogada de marketing, onde alguns poucos se beneficiarão e muitos morrrerão inutilmente. Nesse país, infelizmente, tudo é possíve

    ResponderExcluir
  8. Ma, nao te chamei de boba, não! rsrsrs
    Só citei essa parte do "ilícito" pra mostrar que todo mundo está passível de cometer algum erro independente do lugar aonde mora ou da condição social.
    Acho que a Afrodite falou muita coisa tb interessante.
    Tb é uma questão de ponto de vista. No caso, de que lado da favela se mora, ou dentro ou fora. Quando eu vi as fotos dessas pessoas tentando se proteger, correndo pela vida, e a do traficante (a última foto) sorrindo para as câmeras e armado, fiquei pensando em quão diferentes são essas realidades.
    Traficantes não são coitadinhos. No texto da Garota Enxaqueca, que eu linkei no post, ela fala sobre isso, sobre "ter que ser engolido pelo sistema" (nessa operação, o sistema são os policiais armados invadindo barraco, como a Afrodite destacou). E, o que andei lendo por aí, as pessoas estão aprovando essa acao. Mas, daí a tratar todo morador de favela como potencial criminoso, aí acho uma generalização muito forte.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  9. Eu to com a Ma, com a Afrodite, com o Beltrame, o Paes e o Cabral!

    Serio, pela primeira vez em toda minha vida de carioca eu vejo uma luz no fim do tunel. E quem viu Brizola, Moreira Franco, Marcelo Alencar e Garotinhos literalmente entregarem o Rio aos bandidos e os deixarem fazer o que querem, sabe do que eu estou falando.

    Nem todo favelado e bandido, fato. Mas muitos estao la por opcao sim. Nao saem pra nao "morar longe" e ainda dao cobertura pra bandido, seja por medo ou por ter aquele amigo do filho ou aquele primo "trabalhando" de aviao. Tenta propor trabalho honesto no interior, com casa arrumadinha, pra ver quantos aceitam!

    E, na boa... nada justifica esses atos ilicitos nao. Atos ilicitos pontuais e hábitos ilicitos sao duas coisas bem diferentes. Ainda mais qdo estao roubando conexao de internet e TV a cabo, que o trabalhador "do asfalto paga". Ou vai chamar isso de "necessidade basica"? Mas, como o Brasil ja legitimou o "jeitinho" e o "levar vantagem" faz tempo, tudo acaba se justificando.

    Quem diria que um dia eu daria os parabens a Policia Carioca!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  10. Jane, o que eu falei sobre "gente comum, gente que trabalha" não foi pra defender o fato de morarem em favelas, foi pra destacar que lá tb tem pessoas que estao sofrendo com essa violência, e com as consequencias da ação. Linkei dois textos, um de uma carioca que concorda com a ação de Beltrame e da polícia, mas destaca que nao é metendo o pé na porta das pesssoas comuns que se chega a uma solução e linkei o texto da Glenda, expatriada tb, que se preocupa com o depois, com o que será feito no fim das ações, com as comunidades.
    Eu não discordo da ação. Tb no texto da Garota Enxaqueca (a carioca), ela fala sobre isso, que traficante nao tem que ter tratamento especial e nem ter seus "direitos humanos" considerados.
    Eu só quis destacar que, por trás de tudo, existem pessoas envolvidas e que, infelizmente, numa guerra, essa parcela não é considerada.
    Eu só esquece de destacar que nao estou contra. ;)
    Bjs!!!

    ResponderExcluir
  11. Esqueci:
    "E, na boa... nada justifica esses atos ilicitos nao. Atos ilicitos pontuais e hábitos ilicitos sao duas coisas bem diferentes. Ainda mais qdo estao roubando conexao de internet e TV a cabo, que o trabalhador "do asfalto paga". Ou vai chamar isso de "necessidade basica"? Mas, como o Brasil ja legitimou o "jeitinho" e o "levar vantagem" faz tempo, tudo acaba se justificando."
    Realmente, vc está coberta de razão nessa colocação.

    E eu quis dizer no outro comentário: "Eu só me esqueci de destacar que nao estou contra."

    ResponderExcluir
  12. Ah sim :)

    Eu concordo, a populacao precisa de amparo no "day after" e essa parte preocupa de fato, ja que eles so sao lembrados na hora que político precisa vender voto.

    Mas, ate onde eu acompanhei, e pelos relatos de uma amiga policial tambem, a policia nao ta assim tambem "botando o pe na porta do cidadao comum". A operacao esta sendo muito bem feita, e provavelmente ja comecou muito antes de traficante queimar carro, com o trabalho de inteligencia da policia. Eles estao indo direto nos bandidos.

    Li os dois textos e achei muito bons!

    Beijocas!

    ResponderExcluir
  13. Eve,
    Vim endossar o que a beijodepracinha disse:
    Foi feita a operação na base da inteligência!
    Não houve uma baixa sequer de civis!
    Apenas traficantes!
    E TODOS,todos os moradores são revistados quando saem de lá,pois até em mochila de criança estavam tentando tirar droga e dinheiro de lá!
    Acho que dessa vez vai!E não há a menor possibilidade de entrar milícia,que vem sendo tratada da mesma forma que marginais:vão pra cadeia!
    Acho que a coisa é séria mesmo,afinal está acontecendo intervenção FEDERAL!
    Graças a Deus tomaram providências!
    Até esposa de traficante está indo pra cadeia!Já era hora!
    Como disse ontem a reporter Leilane(do Globo News)'Antes tarde,do que nunca!'
    Beijo
    Afrodite

    ResponderExcluir
  14. É REALMENTE UMA REALIDADE dura de se vê. Bom, acho que são duas verdades aqui. Muita coisa foi comentada acima e pra resumir a novela vou dizer que concordo com muuuuuuita coisa que a Afrodite comentou ali. O primeiro comentário resume muito a minha idéia dessas imagens e desse seu post tão real!

    Boa semana

    ResponderExcluir
  15. O minha querida, que triste tudo isso que esta acontecendo no nosso pais ne? E a gente pelo menos teve a opcao de descer do onibus,d e tomar outro caminho, de escapar disso tudo. Quantos ja nascem com um unico bilhete - e vao ter que ficar no onibus ate o ponto final!

    beijo no seu coracao

    ResponderExcluir
  16. Olha, eu acho que dessa vez alguma coisa está funcionando. Me parece (pelo que a tv mostra agora), que está surtindo efeito, os moradores da favela estão apoiando a ação da policia. O que eu acho engraçado é o pessoal que mora longe das favelas, nas areas que não estão nesse fogo cruzado, dizer que não está acontecendo nada, que estão levando a vida normalmente. Hey perai, então isso é problema das pessoas que moram lá, não é um problema generalizado? Acho de um extremo descaso.

    beijão eve.

    ResponderExcluir
  17. Sei não, mas eu me sinto que a televisão brasileira e os governantes acham que somos imbecis, só pode ser! Todos orgulhosos de uma guerra contra os traficantes com tanques de guerra nas ruas, orgulhosos de uma Guerra civil.
    Por que a polícia não agiu antes? Em vez de ficar recebendo propina de traficantes em troca de escolta e informações classificadas?
    Está certo que nem todo policial é bandido, aliás, prefiro acreditar que uma minoria seja. Mas basta uma meia dúzia de laranjas podres pra repassar informações valiosas aos traficantes, e só, a merda está feita.
    E se a solução fosse tanque de Guerra nas ruas, então por quê não colocaram antes? Quanta gente já foi assaltada, assassinada, sequestrada, torturada, estuprada, por causa desse poder paralelo?
    E vão colocar esses homens presos aonde? Nas nossas maravilhosas prisões, onde preso tem direito a visita de puta, aparelho celular e churrasco com pagode? Tudo isso me revolta, esse grande circo me revolta! Circo às custas de vidas de pessoas normais e inocentes, circo às custas do nosso dinheiro.
    Me deu nojo de ver os policiais se achando heróis, trazendo aqueles traficantes de quinta categoria dizendo que eram os “gerentes do tráfico”. E desde quando gerente de tráfico mora em favela?
    Policiais se comportando como heróis quando, na verdade, não estavam fazendo mais do que a obrigação deles. É para isso que são pagos, e se acham que o dinheiro é pouco, então escolha outra profissão.
    Enquanto isso os gerentes do tráfico assistem de camarote, fazendo outros planos enquanto todas as atenções estão desviadas para a “ocupação” do alemão.
    E a Globo fazendo cobertura a cada 30 mins, como se fosse cobertura de desfile de escola de samba. É o fim do mundo.

    ResponderExcluir
  18. Sinceramente eu acho que devemos ser mais cautelosos antes de tanta comemoração. Claro que eu torço para o fim do tráfico e quero que a minha cidade seja habitável, mas devemos desconfiar. Primeiro que esse tipo de bandodio preso não se reintergra à sociedade. Isso vai ser um problema. Depois que, ontem mesmo, quando saí do casamento da minha prima tinha um carro pegando fogo na grajaú- jacarepaguá e a imprensa nem comentou. Sò tinha notícias do sucesso da operação no Alemão. AInda tem a Rocinha, a Mangueira, o Jacarezinho e todas as zilhões de favelas com a milícia, que como já falei num post, é piorque o tráfico. Esse "cala boca" pra população foi extremamnte necessário para o questão copa e olimíadas e principalmente, não perderem a grana absurda que isso vai gerar. Agora, melhoria de fato na vida de quem mora no "asfalto" e nos moradores honestos da "favela" eu ainda sou muitooooo cética e só com o empo para eu acreditar.
    Não vou nem entrar no mérito quem mora na favela é porque não tem opção porque isso é a maior lorota que a gente pode acreditar. Claro que tem uma pequeníssima parcela que realmente não tem opção, mas eu, que já subi em diferentes favelas, que conheço gente que mora na Rocinha, no Alemão, n Dende, inclusive gente da minha família, te afirmo que não é bem assim.
    Bjos

    ResponderExcluir
  19. Sou carioca e tenho nojo desse tipo de situação que tomou conta da minha cidade. Por isso concordo 100% com a Afrodite.

    Balela essa história de dizer que 99% dos favelados são gente de bem e são coitadinhos. Muitos não querem se mexer, trabalhar por causa de tanto benefício que a pobreza dá. Pergunta se ele, ao sentir inveja do cara que mora no apartamento bacana, quer pagar as contas que o cara paga sem fazer gato na energia elétrica ou na net? NOT...

    O fim não justifica o meio... Minha mãe criou a mim e minha irmã com um salário sempre curto, fazia faxina nas horas vagas para ter um extra e estudamos em colégio público e tb não eram todos os meus colegas que viviam em morros e favelas que queriam estudar.

    Gostei de saber que alguém está fazendo algo para mudar essa situação, mas desconfio mto dessa retomada do Alemão sem um enorme confronto. Aí tem coisa!

    Seja pelas Olimpíadas ou pela Copa do Mundo que serão sediadas no nosso país ou pq os governantes tomaram uma atitude ao verem que a coisa estava absurda. Mas ainda não consigo comemorar a vitória.. falta muito ainda para limpar tudo.

    Tinham pelo menos uns 200 bandidos e prenderam 20... sem falar nos outros que já estavam no Complexo. Onde foram parar??

    ResponderExcluir
  20. Gente, vcs estão lendo os textos que eu linkei? Minha opinião não acaba na parte dos 99%, não. E não chamei ninguém de coitadinho, disse apenas que são pessoas comuns. É diferente de dizer que sao coitadinhos.

    E classificar as pessoas como "esse povo" é como se estivessem colocando-os numa categoria à parte de humanidade e julgando-os únicos e exclusivamente culpados pelos seus destinos. A coisa é muito mais complexa do que se imagina. E 10 frases minhas não vão mudar a situação.

    Uma pessoa que ganha um salário mínimo e tem que começar a trabalhar às 07h, por exemplo, não vai aceitar morar ainda mais longe num conjunto habitacional do governo, para levar 02 ou 03 horas pra chegar no seu destino, já que o transporte público é precário em qualquer cidade do Brasil (alguns ainda são piores do que os outros). Ou seja, dá de um lado e falta do outro. Alguém lembra o que virou a Cidade de Deus e qual era a proposta original?

    Eu não discordo da opinião de ninguém, só gostaria que lessem os textos que linkei antes de acharem que a minha opinião acaba com o que escrevi, não sou tão superficial.

    Pronto, falei. ;)
    Voltamos à nossa programação normal.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  21. Concordo com você, Eve. E concordo também, palavra por palavra, com Line. O que esse tipo de operação faz é reforçar a visão equivocada, pelo reacionarismo e preconceito, das favelas e da população que mora lá, além de tratar a polícia como herói de uma situação na qual sempre foi cúmplice ativa e beneficiária. E logo se salta para outra discussão, confundida com a primeira, sobre morar ou não morar em favela, o que nada tem a ver com questões de segurança pública e sim de planejamento urbano e até mesmo de simples escolhas de vida, que pobre tem o direito de ter tanto quanto todo mundo.
    Aliás, achar que sair de um morro na zona sul para a Baixada (ou vice-versa) é simples questão de escolha é esquecer que ninguém vive isolado e todos dependem de suas redes de relações sociais (vizinhos, parentes, escola do filho), especialmente aqueles que não contam com grande amparo institucional; e que a maioria dessa população pobre ganha salário mínimo ou se vira por conta própria sem ganho certo, logo morar mais longe (dois ônibus pra ir e dois pra voltar, por exemplo, se o cara morar em Nova Iguaçu e trabalhar em Botafogo, que é início ali da zona sul) pode significar deixar de comer ou ter que tirar o filho da escola. Nada é tão simples assim quando visto de perto...
    Quanto a ser "conivente" (eu nunca usaria esta palavra) com o tráfico tendo que conviver com ele todos os dias, sabendo que ele mata e ninguém dá a mínima por um pobre a mais na vala, quem não seria? As pessoas têm medo de morrer, mas, mais ainda, têm medo por seus filhos, parentes... E a expectativa de apoio externo é nula.
    Beijos, Eve. Te esperando por aqui em janeiro!

    ResponderExcluir
  22. Oi Eve! Bom, a minha opinião sobre o assunto tá linkada ai no seu post! E andei atualizando colocando a opinião de dois "especialistas" no assunto no final do texto. Ambos se preocupam com a magnitude mediática que isso tudo está tomando e muito, muito preocupados com o depois.
    Agora, cá entre nós... as últimas notícias ferem a minha inteligência: bandido fugindo pelo esgoto? Policias "impecáveis" não sabiam que uma coisa tão obvia poderia acontecer? Ou "deixaram" a malandragem escapar? Outra coisa, vcs já ouviram as denuncias da comunidade sobre o possível abuso dos policias contra as pessoas "normais"? E que eles decidiram colocar uma equipe SÓ para avaliar os casos de abusos?Fala sério, o pessoa diz que chega para colocar ordem e acaba criando outros problemas, e que inclusive vão abrir sindicância!!!!!!!!

    Quem tem olhos, que veja... não se deixe enganar por tudo que diz a Rede Glogo!!!! Já ouviram falar em "criminalização da pobreza"? O problema não é simplesmente somar traficantes presos (outra pergunta, onde vão socar tanta gente? Temos cadeia para isso?)... é todo um sistema...

    ResponderExcluir

Após o término da ligação, continue na linha. A sua opinião é muito importante para nós! =P