quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Histórias de uma festa - Parte 1

Semanas atrás, fomos marido e eu para a festa de um casal de amigos em uma cidade perto de Hamburgo. Eles comemoravam suas bodas de prata. Foi uma festa chic. Marido aproveitou a festa para reencontrar velhos amigos, amigos da época da escola, vejam só.

Num desses encontros, a irmã mais velha do amigo de marido contava para a gente da sua última viagem de férias para a Namíbia. Perguntamos se ela gostou. Se arrependimento matasse...

Ela:
- Ah, os negros ficavam lá, nos empurrando coisas para comprar. Os negros isso, os negros aquilo... Um dia, teve um acidente e nós passamos de carro por ele, uma amiga que estava conosco, que é enfermeira, parou para ajudar. Mas, já tinham muitos negros lá e a gente não tinha muito o que fazer. Nós seguimos viagem e no posto mais próximo, avisamos do acidente.

Ela contava e eu passava mal. Primeiro, que ela não precisava usar a palavra "negro" para definir os moradores do país. Por que ela não falava "pessoas", por exemplo? Segundo, ela estava como "estrangeira" lá, um pouquinho mais de respeito seria esperado. Terceiro, ela estava falando com uma brasileira. O que ela achou que eu fosse pensar?

Como era uma festa e eu não estava a fim de criar climão, simplesmente ignorei-a o resto do dia. Quem quer contato com esse tipo de pessoa? Eu mesmo não!

Pena dela, que ainda define o mundo em cores.

26 comentários:

  1. Que pena mesmo!!! Gente racista não deveria nem sair do país de origem. Parece que foi obrigada.
    bjs
    verônica

    ResponderExcluir
  2. uma amiga adotou um menino e perguntou a ele (4 aninhos): "Você sabe porque sua mão é diferente da minha?"
    "Porque Papai do céu gosta das cores"
    apenas isso :)
    ignora mesmo e ouve esse menininho lindo, muito melhor.

    ResponderExcluir
  3. Eu teria dito: "menina! Te entendo... Outro dia fui no mercado e os alemaes pisaram no meu pe, os alemaes ficaram com o carrinho de compras na minha frente... Dai eu sai e teve um bonde que atropelou uma bicicleta, tentei ajudar, mas ja tinham muitos alemaes por la"

    ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahaha
      como eu adoro ter amigas sagazes!

      Excluir
  4. É uma criatura sem noção...só isso...sem mais!

    ResponderExcluir
  5. O que mais me intriga é o fato da pessoa nem desconfiar que está sendo no mínimo preconceituosa e desagradável ao expressar esse tipo de opinião para uma pessoa que ela acabou de conhecer.

    Sei não.

    --
    Queria só dizer que é muito engraçado ler os posts e ouvir a sua voz aqui na minha cabeça contando a história. hahaha :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato. Falou com a maior naturalidade do mundo! está internalizado!

      Excluir
  6. Gente que vê o mundo em preto e branco`: tststs

    ResponderExcluir
  7. Essa mulher está precisando de um dose de respeito pra com os outros, assim tambem me dá nos nervos brasileiros querer ficar difamando os estrangeiros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Era alemã, mas dá no mesmo. hahahha

      Excluir
  8. Pergunta número 1: por que alguém racista viaja para a Namíbia? Noruega não seria melhor?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina, me fiz a MESMA pergunta. Por quê, né? hunf!

      Excluir
  9. bem, o mundo sempre foi definido em cores, né? Infelizmente!!
    Infelizmente também que, com a crise, estas cores e sotaques ficaram mais definidos.
    :(

    Flavia

    ResponderExcluir
  10. Eve, kkk! Só rindo desse tipo de mentalidade. O mundão inteiro aí disponível para a gente conhecer e ainda tem gente que precisa "se mostrar" para o mundo.
    Como dizia aquela musiquinha antiga:
    "O infarte lhe pega doutor e acaba essa banca!"
    Não é mesmo?
    Beijo no coração de vocês,
    Manoel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você pegou o espírito da coisa! :)

      Excluir
  11. Pois é, gente que dá nos nervos. Melhor sair de perto.

    ResponderExcluir
  12. Infelizmente ela não é a única ignorante e racista no mundo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente. Mas, existem pessoas como nós pra balancear!

      Excluir
  13. Mas ela falou black people ou NIgga? auhauaha

    KIsu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seria o equivalente a black people em inglês (die Schwarze), mas o sentido não é o mesmo, tá mais para Nigga. :(

      Excluir

Após o término da ligação, continue na linha. A sua opinião é muito importante para nós! =P