domingo, 14 de agosto de 2011

As conquistas diárias do ano II

Lembram desse post aqui, em que eu disse que o segundo ano teoricamente é mais difícil que o primeiro? Pois é. Na prática também. Vide post sobre a crise com o alemão.

Existem fases e fases. Primeiro ano é o ano do encantamento, do deslumbramento, quando você descobre que certas coisas eram só "pré-conceitos" e outras, você descobriu que existem mesmo. Mas, os pássaros pombos ainda te chamam a atenção e o outono é uma coisa linda de se ver e viver.

Mas aí, chega o segundo ano. Aquele em que você tem que passar a viver a vida e criar uma rotina. As viagens deslumbradas não são mais constantes e você tem que encarar a realidade de um morador comum da cidade. E aquelas pequenas conquistas diárias, como aprender a andar de metrô, pedir pão na padaria ou um suco no restaurante deixam de ser conquistas e passam a ser obrigações. Porque ou é assim, ou na hora do almoço, na rua, se fica com fome! ;)

No meu caso, o meu maior desafio sou eu mesma. Sair pra trabalhar todo dia, mesmo sendo um estágio, é bom. Pensar que isso pode acabar me deixa triste. Melhorar o alemão constantemente, aprender expressões e palavras novas todo dia. Conversar com o chefe sobre uma ideia. Criticar e ser criticada. Entre outras coisas.

Não está sendo fácil. Aliás, nunca ninguém disse que seria, leia o "slogan" do blog, please. E vencer um dia de cada vez está sendo recompensador. Está certo que coisas estranhas têm acontecido na empresa, e sempre quando penso que tenho "um contrato", acontece algo para me mostrar que eu só terei isso depois que toda essa confusão acabar. E eu não sei quando vai acontecer, ou mesmo se vai acontecer antes do meu contrato de estágio acabar. Já perdi a conta de quantas vezes achei que tivesse uma resposta...

Aí, eu caio na besteira de pensar no "se": se isso acontecer, se isso não acontecer... Eu preciso trabalhar, não só porque não sou de ficar em casa, como também porque me sinto realizada trabalhando e preciso de dinheiro. Quem não precisa?

O que está mesmo incomodando é não estar num nível de alemão que desejaria. Eu falo, eu escrevo, eu escuto, eu leio. Mas, sabe quando você percebe que você não está conseguindo se expressar direito? Que a pessoa está fazendo um maior esforço para te entender? Do mesmo jeito que dói meu ouvido quando escuto um "pra mim comprar...", imagina como deve ser para um alemão ouvir sua língua toda embaralhada?

Eu sou muito analítica, quando vejo um problema, penso nas soluções. Eu tenho tentado achar as soluções. Porque não dá pra ficar contando com o ovo no fiofó da galinha o tempo todo. Também não posso abusar da sorte. Além de precisar parar de me sabotar. É obvio, faço isso com frequência. Agora, por exemplo, era para estar estudando e estou aqui, escrevendo em português! Morri.

Espero que eu possa voltar e dizer que, além de ter sobrevivido ao segundo ano, venci o maior desafio: eu.

P.S. Post confuso, né? Igual a minha cabeça. ;)

10 comentários:

  1. Meu Eve, sossega o facho! rs Pra que colocar o carro na frente dos bois? Tudo tem a sua hora...olha os cabelos brancos, acho que já apareceu mais um! Deixe um pouco as preocupações de lado. Há coisas que não podemos controlar o tempo todo, é impossível. A vida da gente é assim mesmo, o importante é saber levar. Eu tô sentindo que vc quer resultados significativos num curto prazo, dentro de um ambiente que não te favorece 100%. Tem que ter paciência e não se apavorar não. Trabalhar, ter sua grana, sua carreira... acredito que a maioria que te lê aqui deseja isso pra si, mas há mais fatores que estão fora, momentâneamente, de nosso controle. Vc é persistente, mas não se exija tanto. Tudo há de dar certo, pode levar algum tempo, pode, mas o tempo necessário para que vc esteja pronta pra que tiver q enfrentar! Pode crê!

    ResponderExcluir
  2. vou te contar umas, conheco várias brazucas q moram aqui ex. há 3 anos no mínimo e estao estudando e trabalhando ao mesmo tempo, é facul, mestrado e trampo como bares, restaurantes, enfim e o alemao é comunicavel, dá pra entender legal, tem erros claro, pq nao é a LINGUA MATERNA , DO CORACAO, estao vivendo, ralando, achando dias bons e ruins como todos...... entao, respire, conte até 3 ou mais e dê tempo ao tempo e qndo vier uma dessas horas como essa meio de achar q nao tá bom , manda essa m§&%ß p pqp... Eve as coisas vao acontecer, vc c o tempo mais ser mais fluente no alemao, a cada dia vai melhorar, vc já fala e só vai melhorar a cada dia, féeeeeeeeeee :)

    ResponderExcluir
  3. ai ai...não devia ter lido isso, me lembrou que estou em crise com alemão. Quero fazer outro curso mas tô com preguiça e como tenho mil outras coisas pra fazer/estudar vou adiar ao máximo.

    ResponderExcluir
  4. IXIIIII nem me fale em idiomas...eu to aqui penando..afff. vc amiga linda, querida inteligente e sensata...(é te acho tudo isso) rss fala e entende mesmo com toDASSS dificuldades do mundo, e eu? que se me dizem oi em Noruegues, faco de .....???????????...meu unico idioma aqui possivel e o universsal é o SORIZÊS... e olha que tem ora que nem ele eu falo bem..se abro meus dentes pra um estranho levo na fusa uma cara que parece até meu pai quando eu voltava das festas escondida,affff povo serio!!! Entao meu amor calma...veja ó vc aqui escrevendo em português e ganhando mil beijokas by Brasucas que talvez esteja na mesma que vc ou até pior....um xeruuuuu viu???? e SORTTTTTTE.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Eve!
    Essa crise todas nos passamos! Tambem sofro muito com minha suto cobranca!
    Meu marido sempre diz: O que vc quer, vc tem 35 anos (idade) de atraso no idioma!!! Nao imagine que vc sera fluente de uma hora pra outra!
    Nao serve de desculpa, tem que correr atras mesmo, mas fluencia e desenvoltura vem com o amadurecimento da lingua como um todo e nao com a quantidade de certificados que vc possa ter (B1, C1 ou sei la mais o que). E nos nao passamos de Schulkind!!! rsrsrs
    Carpe diem!!!
    Patricia

    ResponderExcluir
  6. Fia, pare agora de se cobrar tanto! Se a minha experiencia vale, eu só aprendi - e ainda aprendo - por que NUNCA me cobro e foco na solucao ao inves disso. Como disse a Patricia acima, voce tem uma vida de defasagem no idioma e nem o Portugues voce aprendeu tao rapido a falar perfeitamente!

    Voce fala que le bastante, ja tentou ler em voz alta? Acredite, isso faz milagres! Voce se escuta, pega desenvoltura ao falar, alem do aprendizado normal com a leitura em si. E trate de falar SOMENTE alemao em casa! Folga apenas no fim de semana (viu como eu sou boazinha? hehe).

    Isso sao exemplos de foco na solucao. Foi o que eu fiz qdo tinha Mitbewohnerin. Danem-se os erros, é com eles que voce aprende, nao deixe que eles intimidem voce. E os alemaes sabem que voce é estrangeira.

    Fora que ficar repetindo que ta em crise com o alemao, que é dificil, e etc., tem o efeito psicologico negativo: reforca a crise ainda mais sem voce se dar conta. Quer continuar em crise com o alemao, repita mais vezes que voce ta em crise com o alemao.

    O resto é o resto. Dificuldades a gente vive em todo lugar. No Brasil tambem. Voce sabe. Voce tem a maior garra, a maior capacidade, é inteligente e tem tudo para alcançar tudo o que quer. Beijo!

    ResponderExcluir
  7. Eve, acredite ou não tem um dia que a lingua deslancha e você vai achar muito engraçado o tempo que tinha que ficar procurando palavras pra se expressar. Tudo tem seu tempo certo, o dificil é enfiarmos isso na nossa própria cabeça. Eu mesmo sou imediatista, quero tudo agora, e quando eu vejo que as coisas acontecem no momento que tem que acontecerem eu vejo que tenho tanto pra aprender.

    beijao :)

    ResponderExcluir
  8. Eve, jamais se esqueça que você tem uma torcida grande aqui do outro lado do Atlântico e que, quando você menos esperar, tudo estará fluindo... Só não deixe de se encantar novamente a cada dia com tudo que vê ao seu redor. Beijo grande!

    ResponderExcluir
  9. Se o alemao nao está tinindo, será que nao têm empresas que procurem pessoas que saibam ambos (português e alemao)? Daí você com certeza vai ter uma super vantagem em relacao a um alemao. Eu dei uma rápida pesquisada na internet e achei esse site aqui (nao sei se é bom, mas de repente tem algo: http://www.jobisjob.de/portugiesisch/jobs). Dá uma olhada também no www.xing.com. Outra dica é ir na Câmera de Comércio de Berlin (nao sei o nome em alemao :-O ) e ver todas as empresas cadastradas que tenham alguma relacao com o Brasil ou Portugal.
    Beijocas, e boa sorte!
    Angie

    ResponderExcluir

Após o término da ligação, continue na linha. A sua opinião é muito importante para nós! =P