quinta-feira, 21 de julho de 2011

Porque, às vezes, o melhor é frear...

De: Eve
Para: Line
Data: 19 de julho de 2011
Assunto: Só procê saber...

que seu comentário hoje lá no blog me ajudou a tomar uma decisão consciente e sem arrependimentos. rs

Estava no caminho pra fazer uma entrevista para uma vaga de mestrado, quando lembrei o que vc tinha falado sobre metas, se preocupar demais com o futuro e cobrar muito de nós mesmas.
Eu queria fazer um mestrado logo para poder valorizar meu currículo aqui (apesar de já ter um MBA, mas no Brasil e alemao é muito fresco com isso), mas ainda nao me sentia segura o suficiente com o alemao para encarar colegas, provas, trabalhos e apresentações num mestrado...além dos estudos e as centenas de palavras novas que ia conhecer por dia. Sem deixar de trabalhar ainda por cima. Mas, mesmo assim, achava que era isso que eu tinha que fazer ESSE ANO e que eu teria que dar conta.
Com isso, no trabalho, o povo fica me pressionando (de um jeito educado e sutil) para eu falar inglês também, a empresa está ficando internacional e tal.

Aí eu pensei, meu Deus, é coisa demais pra mim, eu não tenho mais 20 anos (porque naquela época a gente fazia tudo isso e mais um pouco, só que em português, né?). Será que estou tomando a decisão certa? Será que não estou caminhando para o stress e o fracasso por excesso? Que tal dar uma freada? Ano que vem eu posso tentar a mesma vaga novamente.
Aí, plim, olha lá o que a Line escreveu no blog. Preciso pensar um pouquinho mais em mim e respeitar o meu tempo.
Apesar de eu já saber que nao era a coisa a certa a fazer, e mesmo assim querer fazer, por implicancia e impaciência, faltava o "plim" para eu desistir conscientemente e agora nao estar agarrada no travesseiro chorando arrependida e me achando uma medrosa e fracassada.

Pois é. Obrigada! ;)

Bjs!

Tal qual como escrevi. Tinha acabado de voltar da universidade. Emoções à flor da pele ainda. Nem cheguei a entrar na sala para a entrevista. Tive que esperar 20 minutos, tempo suficiente para olhar o quadro de notas dos alunos desse ano, ver que eles fazem trabalhos, apresentações e provas finais, me imaginar na sala de aula, na correria de trabalho, chegando em casa estressada e ainda tendo que decorar vocabulário e estudar assuntos novos, total concentração...

Quero acreditar que não amarelei. Só respeitei meu tempo, e como a Line disse em seu email de resposta, decidi viver a vida.

Ano que vem tento de novo.

14 comentários:

  1. adorei! e é verdade... às vezes queremos "colocar os carros na frente dos bois", como dizia a minha avó querida! E tudo tem seu tempo, sua hora, seu momento. o importante é estar bem e feliz! Exigimos sempre demais de nós mesmas. E eu sou assim. Ainda mais que os anos vão passando, são tanto projetos, queremos uma carreira boa, queremos reconhecimento, queremos uma família, filhos, cuidar da casa... tanta coisa! E isso pode ser muito, exagero! Inglês, mestrado, doutorado.. são metas. Mas não vamos "pular as fases né"?... às vezes puxamos o freio de mão... senão perdemos o hoje, pensando no amanhã! bjus

    ResponderExcluir
  2. E verdade... eu estou estudando em alemao e para te falar a verdade e muito mais dificil do que eu imaginava... Todos os dias vocabulario novo, tenho que viver traduzindo e lendo e relendo para entender o contexto... As vezes da vontade de parar tudo e comecar novamente!

    ResponderExcluir
  3. Nossa Eve, devagar com o andor! Calma que vc chega lá! E precisa ver se o "chegar lá"vale realmente tanto a pena...Respira, centraliza e não se cobre tanto.Não é uma questão de capacidade, mas de fazer uma coisa de cada vez. Não estamos no nosso território, falando português. Ainda bem que vc reconheceu isso a tempo.Eu aprendi a ver as coisas com outros olhos depois de alguns anos aqui e me sinto muito mais tranquila com relação a muitas coisas. O mais importante é ter paz no coração, do dever conferido e cumprido.

    ResponderExcluir
  4. Eve, sua linda! (como a gente fala na Bahia). Pois você está sentindo/passando pelo mesmo que eu. Dar um passo para trás para dar 10 a frente. Sei como é difícil, ainda mais pra pessoas batalhadoras, acostumadas a dar nó em pingo d'água, né? Mas talvez a vantagem de não ter 20 seja ponderar melhor as coisas e se jogar dos projetos que acrescentarão. Pode não ser agora, mas amanhã é outro dia!

    ResponderExcluir
  5. Infelizmente eu tbm me cobro demais. E minhas frustações, que as vezes nem são causadas por mim, acabam afetando quem está a minha volta. Admiro muito a tua decisão Eve, e olhando assim de fora, acho q vc fez o certo. Afinal, vc ganha tempo pra respirar, como você escrever, tempo pra viver.

    Saber frear e respeitar os nossos próprios limites mostra maturidade e sabedoria (tenho que trabalhar isso).

    Beijos! =*

    ResponderExcluir
  6. =)))))

    Eu, com os meus 20 e poucos anos, já percebi isso também. Difícil pe fazer que meus iguais entendam que não sinto prazer nenhum em correr pra viver a vida. Já a vivo tranquilamente...

    ResponderExcluir
  7. É isso ai Eve um passo de cada vez, dentro do seu tempo e do seu limite, vc nao precisa provar nada pra ninguém além de vc mesma, vc sabe da sua capacidade e conhece melhor que ninguém suas necessidades, vc tb tem um marido pra dar atencao e uma casa pra tocar, é isso mesmo vai no seu tempo, respeitando somente vc e pra vc o céu é o limite !!! fique com Deus bjs

    ResponderExcluir
  8. Tem aquele ditado, né, que fala que 'quem sai de casa pra incendiar o mundo, costuma voltar pra buscar os fósforos'... e é verdade. Você já deu vários saltos importantes nesse tempo em que está aí em Berlim, e vai chegaar a hora do mestrado, claro que vai. E aí você estará pronta pra fazer O mestrado, e não apenas UM mestrado. Parabéns pela decisão consciente, a gente não pode ter medo de fazer as coisas, nem pode ter medo de não fazê-las...
    bjk
    Mônica

    ResponderExcluir
  9. a melhor coisa DO MUNNNDO é a gente se respeitar..digo isso em todos os sentidos Eve..e sua atitude a mim foi apenas um ato de respeito a si mesma....vc se deu ao direito de respeitar seu tempo!!! Isso vale muito é muito bom quando a gente se conhece e sabemos que passos dá, onde e quando agir.
    Nem sempre que recua é quem perde... as vezes se dá tempo para respirar já é um ato de vitoria. bjs
    A-D-O-R-E-I o post.

    ResponderExcluir
  10. se tem uma coisa que aprendi com o tempo aqui na alemanha foi frear. Eu vim pra ca pra estudar, virar diplomata, fazer doutorado e só parar qdo estivesse na ONU haha Mas nos ultimos semestres da universidade eu ja comecei a pensar: sera que isso é pra mim? é realmente importante pra eu ser feliz ou estou somente querendo realizar um desejo dos outros? Pra mostrar que sou capaz? E aprendi a ficar feliz com coisas pequenas e vi que nao precisava nem da mera metade pra ter uma vida satisfeita. O que muitas pessoas ate hj nao entendem. Acabei a uni, fiz um Weiterbildung e agora estou entrando numa nova era...a de ser mae e dona-de-casa. A maioria dos meus amigos me olha como: cade aquela diplomata? Mas sinceramente: to feliz. E nao vejo que desafio possa ser maior pra mim no momento do que ser mae! Ate pq nunca me preparei ou pensei no assunto. ;) Usei o freio de mao na minha vida e mudei de rumo. E nao posso estar mais feliz assim! =) O que vou fazer daqui a 1 ou 2 anos? So deus sabe. Vivo a vida como vc falou. Bjs!

    ResponderExcluir
  11. Tudo tem seu tempo.A Line está certa,não adianta sair fazendo muitas coisas e se desgastar, e não se preocupe que o que é seu está guardado nas mãos de Deus e ninguém tira:)!

    bjos

    ResponderExcluir
  12. Eve, vc está mais do que certa! nao dá pra "abarcar o mundo com as pernas", acho q tdo tem seu tempo certo e qdo chega esse tempo, as coisas fluem com naturalidade e suavidade. Viva um dia de cada vez, sem pressa e escute sempre o seu coracao. Vc é uma menina mto batalhadora,bj.Cyntia.

    ResponderExcluir
  13. Nossa, estou passando por essa situação: acabei de começar meu mestrado, mas me deparei com essa dúvida cruel, e sabe de uma coisa? Eu também penso assim! Não adianta fazer por fazer, vou esperar o momento certo pra fazer ou buscar outro caminho!

    ResponderExcluir

Após o término da ligação, continue na linha. A sua opinião é muito importante para nós! =P