quinta-feira, 14 de junho de 2012

Coleguinha

Tenho uma coleguinha no estágio meio "suspeita".

Eu, na minha santa inocência, achava que os alemães eram mais discretos. Ou, eles são mesmo e é essa coleguinha que é a exceção da regra. Porque, meu povo, tudo tem limite.

Começou com um casaquinho. Apareci para uma reunião com um casaquinho preto e ela lá. Percebi que ela ficava me olhando. Ao final, não resistiu e comentou: "Que casaquinho lindo!". "Obrigada.", respondi. "Comprou aonde?". Epa! Discrição chegou aí e parou, né? "H&M". "Foi caro?" Epa²! Discrição, minha gente, discrição! "Comprei na promoção". A besta ainda responde, né?

Depois foi com um colar. Mesma cena acima. Diferença que o colar comprei na C&A. Sou chic e phyna, tá?

A última e mais extravagante foi com uma bolsa que eu já tenho há séculos. Saímos para almoçar juntas e levei a bolsa, claro. Daqui a pouco ela solta: "Que bolsa chique! Deve ter sido cara." Como eu já esperava, respondi logo. "Que nada! Comprei na Tchibo, na promoção, foi 15 euros (e foi mesmo, já disse que sou phyna), há mais de um ano." "Ah, mas é muito bonita, parece com bolsa cara. A minha que tem cara de bolsa comum. Mas também, comprei na C&A mesmo." E eu com um sorriso amarelo na cara.

Detalhe: a criatura fala isso, veneno da inveja correndo solto pelo canto da boca e com um Ray-Ban pendurado no nariz. Eu que não tenho nem um de camelô...

Posso com isso? Se eu ainda desse motivos REAIS, né mesmo?

32 comentários:

  1. Olá Eve tudo bem???

    Nossa que chata!!! Ninguém merece ter que dar detalhes de tudo o que usa!!!


    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  2. Oie! Vira o jogo: passe a perguntar as mesmas coisas pra tudo que ela estiver usando...

    ResponderExcluir
  3. Oxe, pare de responder, rapaz. Engracado que quando uma pessoa (brasileira) elogia algo que eu estou usando eu sempre falo "obrigada, foi $10", tem necessidade disso? Quando minha irma esteve aqui, ele disse que ninguem tinha me perguntado e que eu deveria ter parado no obrigada. Nunca tinha percebido essa minha resposta, mas desde entao, paro no obrigada ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha
      Eu tinha essa mesma mania no Brasil, perdi aqui. ;)
      bj!

      Excluir
  4. Ps: o unico blog que consigo comentar do trabalho eh o seu

    ResponderExcluir
  5. KKKKKKKK
    A pobre, doida pra trocar figurinha!!!
    Realmente eu não te vejo nessas ondas Eve.
    Essa ainda vai falar de ti, visse?
    Bj

    ResponderExcluir
  6. Eu também acho muito chato. Às vezes eu topo com figuras assim...é irritante hahaha tanto que dependendo de quem vou encontrar, coloco a roupa mais xumbrega hahahah e até assim...a calça jeans, maior batida, vira objeto de desejo hahahah Tem gente que tem a audácia de pegar em vc até pra sentir se o tecido é bom. Nossa, me dá calafrios. rs Já pensou se vc é do tipo que "não entrega"e, ao contrário, dobrasse o valor...hahahah queria ver a cara da pessoa hahahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já passei por uma dessas de pegarem no tecido, constrangedor! rs
      Bj!

      Excluir
  7. Aff nada a ver mesmo. Quando uma amiga minha se casou a namorada de um amigo, ela nem intimidade com a menina tinha, perguntou NA CARA: qto foi seu vestido de noiva? o_O

    Tem que mandar se benzer mesmo, viu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gente... perguntou isso? Jizus! Benzer é pouco!
      Bjs!

      Excluir
  8. Amore, sabe que a primeira vez em que fui pra Alemanha, vi uma C&A e quase morri de alegria!!!!!!!!!!! Fiz boicote ate conseguir convencer o senhor minha outra metade de que eu TINHA que dar uma paradinha por la. Ele foi, ficou num canto, eu andei, andei, cantei, Ooooh pra ca, Ooooh pra la, comprei, paguei e voltei satisfeita.
    Na segunda vez na Alemanha, mesmo cenario.
    Na terceira, ele se recusou a ir. Dai, veio me dizer, meio que sem gracinha, que a C&A para os alemaes esta para como a Primark no Reino Unido (ou como a Penneys aqui em Dublin). Resumindo: reino encantado de CAMELOT :) Entendeu?
    Eu, botei o 'TO NEM AI' nos labios e me realizo (na C&A ou na Penneys!).

    Eu vejo essa sua situacao como uma oportunidade (pequenas ideias, grandes negocios hahaha). Que tal uma consultoria pra coleguete? Cobra, boba!!! Ou leva uma coisas que voce nem gosta mais e pergunta se ela nao quer comprar ha :D
    Mas nao fala que eh da 'Use e Abuse', hein?!

    Bjsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina, to nem ai mesmo, faço a festa, compro o que me dá na telha e fico feliz! :)

      Bj!

      Excluir
  9. Que coisa, ela é alema mesmo?
    Da proxima diz que nao lembra mais, esse tip de conversa tbm é um pé no saco né rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alemã alemã.
      Por isso estranho tb.
      :)

      Excluir
  10. Da próxima vez diz que comprou no Brasil, queria ver a cara que ela iria fazer... hauhauhaua

    ResponderExcluir
  11. Menina vc é realmente phyna, ainda saiu para almoçar com a criatura!!! Eu tinha jogado água benta nela,lol :)!

    Parabéns :)!

    ResponderExcluir
  12. kkkkkkkkkkkkkk....eu que num queria nem saber de almoçarf com a coleguinha...credo!!!! beijos, Eve!

    http://diariodasuu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Aff, que pé no saco essa coleguinha invejosa! Como disse a Babisenberg, fala que comprou no Brasil, ou como disse a Ingrid, finge que esqueceu! E haja estômago pra almoçar com ela, rsrsrs!

    ResponderExcluir
  14. Eve, eu nao iria almoçar com esta mala e evitaria ficar perto dela. Desculpe-me, mas conheço alemaes indiscretos sim, pode nao ter aí na cidade grande, mas aqui querem saber de tudo da sua vida. Um saco. Desde quando estamos arrumando jardim até o porquê de ter vendido o carro véio que nao saía da oficina.Já peguei gente tentando olhar a etiqueta da roupa (esses se acham discretos). Eu tenho uma outra imagem deles hoje em dia. Se eu fosse vc faria como Thaty falou, perguntaria se ela quer comprar.Beijo grande. Deus te proteja.

    ResponderExcluir
  15. Eve, esqueci de contar mais uma "experiência" fora do comum com mais uma alema "discretíssima". Fomos marido e eu convidados pra jantar na casa de um colega dele, e neste mesmo dia seríamos apresentados a nova namorada dele. Entao, tá, fomos. Chegando lá ela se encantou com uma echarpe que eu estava usando, mas a mulher olhava tanto, mas tanto durante o jantar que fiquei incomodada. Daí o namorado me perguntou aonde eu havia comprado,(comprei na internet, acho que Amazon) nesta altura ela muito a vontade também, teceu altos elogios. Tirei a echarpe, coloquei na mao dela. Ela passava a mao, olhava, olhava, mas com olho tao gordo, que na hora que ela ia me devolver, eu dei de presente a dita echarpe. Você pensa que ela ficou com vergonha, que nada, fez aquela cara de quem diz " consegui" ter uma igual. Depois disso quando vamos encontrá-los vou toda básica, né? Nada de acessórios, por garantia. Pra mim foi o que faltava pra ter a certeza que educação nao é pra todo mundo mesmo. Beijo, Eve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina, eu não dava nem morta, só pra vê-la ficar na vontade. E ainda ficava por dentro: eu tenho, vc nao teeeemmmm! igual a criança. hahahahahaha
      Mentira, sou boazinha. cof! cof! cof!
      Bjs!

      Excluir
  16. Mas que deselegante a colega hein! Afeeeee

    ResponderExcluir
  17. Ainda bem que não tem Primark em Berlin... :P

    ResponderExcluir

Após o término da ligação, continue na linha. A sua opinião é muito importante para nós! =P