quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Banzo/ Heimweh

E eu que nem sabia que a palavra "banzo" existia para definir saudade da terra natal (acho que foi a Bárbara que me contou nos comentários de um post por aí), pesquisei um tiquinho e lembrei das aulas de história do colégio. Banzo era a saudade da África, a saudade e a depressão que os escravos sentiam por estarem longe da sua terra natal. E se suicidavam por isso. Triste, né? Daí que se começa usar essa palavra com mais popularidade. A origem, ninguém tem certeza. (Se alguém quiser falar mais sobre isso, fiquem à vontade.)

Mas, eu viajei na maionese e não era disso que eu queria falar. Aliás, era. Só me alonguei demais na introdução. Esse parágrafo era dispensável. Estou muito prolixa hoje. Afff!

O que importa é que todo mundo na Alemanha me perguntava se sentia Heimweh (saudade da terra natal em alemão) e eu respondia que ainda não, só das pessoas. Principalmente, porque tudo na Alemanha é novidade pra mim e, provavelmente, vai continuar sendo por muito tempo, pois ainda tenho muitas "primeiras coisas" para fazer. O primeiro emprego, o primeiro salário, o primeiro seminário, a primeira viagem sozinha...

Daí eu cheguei ao Brasil. E olha, vou confessar: sentir o cheiro das frutas da época (umbu, manga, acerola...), tomar água de coco direto do coco, pisar na areia quente da praia (mas, fugir do sol, porque não to podendo, né? Lembrem do tratamento de pele. Um ó!) etc., me fizeram não sentir saudade, porque já estou aqui mesmo, mas desejar mais.

Presumi que a minha saudade está relacionada aos sentidos. Na Alemanha, não tenho/tinha acesso a essas coisas e como estava experimentando outras de lá, esquecia que as de cá existiam. Só que, chegar aqui e ter contato visual, olfativo, tátil e de gosto (qual o certo pra paladar? burra, burra!), fez com que minha vontade fosse despertada. Falar de picanha na minha frente é me fazer ficar sedenta por sangue como uma vampira. Hummm, goiabada cascão...

Depois, ninguém poderá reclamar se voltar mais gorda. A única certeza que tenho é que vou continuar branquela.

P.S. Viu, Karol, esse post já estava agendado. Voltei aqui só pra te bajular. rsrsrs

12 comentários:

  1. Pois é Eve, são as contradições ou aflições de quem mora fora e volta para dar só uma passadinha.
    Mas aproveita tudo que tem por aí que daqui a pouco já tem Alemanha novamente.
    Um grande abraço

    ResponderExcluir
  2. Mulher aproveita ai de montao... Fico aqui só nos desejos e vontade. Brasil agora só quando Baby chegar. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Mulher aproveita ai de montao... Fico aqui só nos desejos e vontade. Brasil agora só quando Baby chegar. Bjs

    ResponderExcluir
  4. Eve, vc sabe que eu te adoro!
    Só falei o que falei, porque às vezes a gente nem percebe o que deixa transparecer. Sei muito bem que vc é uma pessoa inteligente, centrada e que sabe diferenciar as coisas. E eu gosto de vc! Sou sua fã!

    ResponderExcluir
  5. Hummm!!!
    Pensando já que sua mala volta cheia de gulodices da terra, hummmm!
    Bj

    ResponderExcluir
  6. Nossa, você conseguiu descrever direitinho a sensação de voltar para casa e sentir saudades...moro fora há quase 10 anos, e estando longe do Brasil, sinto falta das pessoas (tá, e da praia e sambinha carioca), mas é só chegar no Rio que percebo o quanto sinto falta de ver o mar todo santo dia, de comer frutas, verduras, legumes, tudo super fresquinho, de tomar suco!!! São essas pequenas que a gente nem dá conta que sente falta, né?
    Ah, também não conhecia "banzo"...agora vou usar sempre :)
    Estou adorando acompanhar o blog (cheguei aqui via o Beijo de Pracinha...essa é a 1a vez que comento...)
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  7. Oi Eve,

    Banzo é isso mesmo. Não sei a origem, decerto de alguma língua africana. Quando ao paladar, seria gustativo. Esse comentário está engraçado, está parecendo dicionário.

    Beijocas!

    ResponderExcluir
  8. As pessoas me perguntam isso tb, se sinto saudade do Brasil. Sinto mais das pessoas do que do lugar, mas lendo seu post tive certeza que vou sentir a mesma coisa qdo lá voltar.

    Espero não sofrer demais qdo chegar a hora de voltar para cá..

    Volta qdo Eve? Aproveite bastante e nos conte todas as novidades, divida conosco as sensações, novas visões do nosso amado país. Beijos

    ResponderExcluir
  9. Hum...segunda tô indo pra BH...vamos ver se vou sentir essas coisas tb... por enquanto acho que sou meio fria nesse sentido (heheh), não tô sentindo saudade nem das pessoas!

    ResponderExcluir
  10. Oie ... tenho lido teu blog e não costumo postar e quando tento diz que deu erro. Aí, como já perdi o que tinha escrito (tava no embalo do post e não me lembro mais das coisas engraçadas que escrevi) não tento novamente.
    Pois bem. Aqui no sul Banzo (a) é alguém doido, maluco. Não conhecia mais esse significado para Banzo.
    bjkas e estou adorando teu blog!

    ResponderExcluir

Após o término da ligação, continue na linha. A sua opinião é muito importante para nós! =P